O presidente Jair Bolsonaro (PSL) se mostrou favorável ao Projeto de Lei (PL) que será votado nesta terça-feira (02) no Senado Federal, que obriga presos a pagarem suas próprias despesas nos presídios federais. “É bem-vindo, se puder pagar. O maior problema da Constituição, não sei se é o artigo 5o ou 6o, se não me engano, tem um dispositivo que fala: ‘no Brasil não haverá penas de’. E tem lá, umas delas, que é o trabalho forçado. Acho que preso tinha que ser obrigado a trabalhar”, afirmou o presidente.


O presidente reconheceu que muitos presidiários trabalham para que haja um abatimento na pena, mas entende que esta não deveria ser uma opção e sim uma obrigação. “Sei que muitos trabalham por livre e espontânea vontade e [o trabalho] é abatido no final das contas. Mas o trabalho obrigatório deveria existir”, enfatizou.


Segundo o texto, que irá ser debatido hoje no Senado, o custo mensal do estado para manter um preso é de R$ 2,4 mil.