Foto: PMRv
Foto: PMRv

Florianópolis

Ser super-herói não quer dizer que haja benefícios ou regalias só porque faz, na ficção, o trabalho de salvar vidas e prender malfeitores. Talvez em Gotham City sim, mas em Florianópolis não, pelo menos no quesito blitz de trânsito. Na vida real, Santa Catarina tem alguns personagens que vivem efetuando boas ações, nem que seja para arrancar e/ou conquistar um sorriso de crianças em alguma ala de oncologia de um hospital, ou entregar um presente a pequenos moradores de comunidades exacerbadas pelo tráfico de drogas, esquecidas pelo poder público e acometidas por constantes riscos de doenças e outros fatores negativos, como a falta de saneamento que envolve centenas de regiões periféricas do Estado, e não é preciso citar morros da capital, Florianópolis, ou bolsões de pobreza de Joinville ou Blumenau, basta dar uma volta no quintal de casa aqui pela região Sul e ver diários pedidos de socorro em localidades de famílias de baixa rentabilidade financeira em Criciúma, Tubarão, Araranguá…

Enfim, entre a noite desta sexta-feira (4) e a madrugada deste sábado (5), a Polícia Militar de Rodoviária (PMRv), comandada pelo tenente-coronel Evaldo Hoffmann, efetuou várias blitze no Estado com a intenção de coibir a embriaguez no volante (ou seja, salvar vidas) e, acima deste viés, trabalhar a prevenção com o motorista – a educação no trânsito. E um dos condutores parados na SC-401, na capital, foi o Batman do Brasil. Questionado por um cidadão, via rede social, que o Batman catarinense estava com máscara, o que é proibido, Evaldo respondeu: “O lance é que o Batman estava atento para atuar como super-herói que é, porém, quando solicitado pela PMRv de Santa Catarina deu exemplo e foi submetido ao teste de alcoolemia… é claro que ele passou com louvor! Ele é o Batman! Ao lado dos heróis da vida real, os bravos policiais militares rodoviários, ele está pronto para servir e proteger as pessoas de bem!”, defendeu, com o bom humor de sempre, Hoffmann.  

O Batman parado pela polícia na capital, e que deu exemplo como todos os motoristas devem fazer, é de do Sul do Estado. Trata-se de Renato Bilbao Soares.