#Pracegover Foto: na imagem há um giroflex
#Pracegover Foto: na imagem há um giroflex

Os criminosos que assaltaram uma loja de celulares e atropelaram quatro pessoas durante sua fuga, no Centro de Florianópolis, nesta terça-feira (2), têm 134 passagens policiais. Um deles foi preso e outro morreu após perseguição policial, na Beira-Mar Norte.

De acordo com o secretário de Segurança Pública de Florianópolis, o coronel Araújo Gomes, o suspeito preso é natural de Caçador, no Oeste do Estado. Ambos os criminosos moravam em Papaquara, comunidade no Norte da Ilha.

Segundo a Polícia Militar, o suspeito preso tem passagens por tráfico de drogas, ameaça, lesão corporal, resistência, desobediência, desacato, roubo, furto, estelionato, fuga de presídio, posse de drogas e receptação. Ele tem 56 passagens pela polícia.

Há ainda a suspeita de que, no dia 25 de julho, o criminoso tenha participado de dois assaltos na região de Palhoça, sendo um numa conveniência de posto de gasolina e depois o roubo de um veículo para fuga.

Já o suspeito morto, de 24 anos, tem 78 antecedentes criminais. Entre eles tráfico, dano, receptação, furto, roubo, resistência, desobediência, ameaça, lesão corporal, estupro, além de quatro mandados de prisão cumpridos. A ação policial durou cerca de 15 minutos.

Após o policial à paisana identificar o roubo à loja de celulares, no Centro da Capital, a troca de tiros seguiu até em frente ao Ticen. Durante o trajeto até a Beira-Mar Norte, os criminosos atropelaram quatro pessoas. As vítimas foram encaminhadas ao Hospital Celso Ramos, com escoriações leves.

Ainda conforme informações da PM, foram roubados 12 celulares e cerca de R$ 200, que foi encontrado no veículo utilizado na fuga.

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul

Fonte: Aconteceu