A Polícia Civil de Gravatal, com o apoio da Polícia Militar da cidade e de Armazém, desencadeou uma operação para identificar os autores de disparos em série que atingiram várias residências no domingo (28). O crime chocou pela ousadia dos bandidos.

Diversas casas foram alvos de disparos perto da meia-noite. Muros e fachadas foram atingidas o que causou grandes prejuízos financeiros.

As polícias Civil e Militar de Gravatal efetuaram diligências e, com o auxílio de imagens das câmeras de segurança, identificaram um veículo suspeito de onde partiram os tiros. O automóvel foi localizado em um bairro próximo ao Centro da cidade.

A residência e o proprietário do carro foram identificados e um mandado de busca e apreensão foi requerido ao judiciário. Ainda durante a noite e madrugada, a busca foi deferida após parecer favorável do Ministério Público da Comarca de Armazém.

Durante o cumprimento das buscas foi apreendido o veículo envolvido no crime, bem como a identificação dos autores. São três jovens, de 20, 22 e 23 anos.

Foram apreendidas pequenas porções de maconha e alguns objetos de prova. Segundo apurado, a arma utilizada no delito teria sido uma pistola de ar comprimido capaz de efetuar disparos com munição de chumbo.

O trio foi interrogado durante o inquérito instaurado para apurar os fatos e pode ser indiciado pelo crime de dano e porte ilegal de drogas.

As diligências foram realizadas pelos policiais civis da Delegacia de Polícia de Gravatal, com apoio da Agência de Inteligência da PM de Gravatal e polícias Militar e Civil de Armazém. Os trabalhos foram coordenados pelo delegado André Luis Mendes da Silveira.