Um carro chocou contra as grades do Palácio de Westminster. Dois terroristas foram capturados e um homem baleado no parlamento.
Pelo menos uma pessoa morreu e várias ficaram feridas na ponte de Westminster, perto do parlamento inglês em Londres, nesta quarta-feira (22) no início da tarde, devido a um atropelamento em massa. Na mesma altura, tiros foram disparados do lado de fora do parlamento.
 
A polícia informou que incidente está a ser tratado como um ato terrorista, “até prova em contrário”. Dois terroristas foram capturados na ponte de Westminster e um policial morreu neste local.
 
Do lado de fora do Palácio de Westminster, um homem esfaqueou um polícia e foi baleado pelas autoridades enquanto tentava entrar no parlamento, segundo declarações de David Lidington, líder da Câmara dos Comuns.
 
O deputado conservador David Lidington acrescentou haver “relatos de incidentes violentos nas redondezas” do parlamento, em Londres. Um carro chocou contra as grades do Palácio de Westminster.
 
Várias pessoas ficaram feridas na Ponte de Westminster após um automóvel ter atropelado vários peões. O perímetro de segurança das autoridades foi alargado para a Praça do Parlamento, em Londres, e dezenas de agentes estão no local.
 
A estação de metro de Westminster foi encerrada a pedido das autoridades, assim como várias estradas perto do local. Funcionários do parlamento foram instruídos a ficarem dentro dos escritórios e alguns estão a ser retirados do local em segurança pela polícia.
 
Pelo Twitter, o editor do jornal britânico The Sun confirmou que a primeira-ministra britânica Theresa May está em segurança, citando fontes do governo.
 
As autoridades pedem que ingleses evitem algumas zonas da cidade perto de Westminster e apenas chamem os serviços de emergência se for estritamente necessário. Médicos e enfermeiros devem ficar a postos e os Hospitais Guys e St Thomas’s esão de prevenção.
 
O presidente norte-americano Donald Trump disse já ter sido informado do incidente em Londres. “Estou a receber atualizações sobre Londres”, disse Trump, ao entrar para uma reunião na Casa Branca. “Grandes notícias”, acrescentou.
 
Fonte: Dn Mundo