Grande parte do que foi furtado na casa de veraneio, no Mar Grosso, foi recuperada e devolvida à proprietária.
Grande parte do que foi furtado na casa de veraneio, no Mar Grosso, foi recuperada e devolvida à proprietária.

Mirna Graciela
Laguna

O proprietário de uma loja de móveis usados situada no bairro Magalhães, em Laguna, foi preso ontem de manhã e autuado em flagrante por receptação qualificada. O comerciante, de 60 anos, foi encaminhado à Unidade Prisional Avançada (UPA).

O homem não possuía passagem na polícia, o crime praticado não é afiançável e ele pode pegar até oito anos de prisão. A polícia chegou até o acusado a partir do registro do boletim de ocorrência de um furto ocorrido no fim de semana, em uma casa de veraneio no Mar Grosso. Diversos móveis, colchões, aparelhos eletrônicos, entre outros objetos, foram furtados da residência.

Segundo o delegado Flávio Costa Gorla, que coordenou as investigações, as pessoas que têm casas de veraneio precisam reforçar as medidas de segurança, fora da temporada, para evitar este tipo de crime. “Está se tornando comum o furto de residências aqui, porque é programado, tem alguém para comprar, já é direcionado”, alerta Gorla.
Por volta das 8 horas, o delegado e um agente foram até a loja e grande parte dos objetos furtados foi identificada e devolvida à proprietária, com a ajuda da prefeitura, que cedeu um caminhão para o transporte.