Rafael Andrade
Laguna

Uma campanha promovida pelo Movimento Estadual Propaganda Sem Bebida, com iniciativa da ‘Aliança Cidadã pelo Controle do Álcool’, foi divulgada ontem em Tubarão, na segunda etapa do Seminário sobre Prevenção e Combate ao uso de bebida alcoólica. O Conselho Municipal de Segurança, presidido pelo vereador Maurício da Silva, distribui dezenas de folhas do abaixoassinado. “Precisamos pressionar, através das assinaturas, a assembleia legislativa de Santa Catarina”, ressalta Maurício.

Um integrante dos Alcoólicos Anônimos (AA), citado apenas como Lucinei, 50, testemunhou a sua luta constante contra o alcoolismo. “Bebi até os 46 anos. Participo da irmandade há quatro. Estou limpo durante este período. Às vezes, me tranco no quatro para não ter acesso à televisão. Não posso assistir nenhuma propaganda de cerveja ou outra bebida que me dá vontade de beber. É um sentimento horroroso”, lamenta Lucinei. “Se não fosse minha família me pegar pelas mãos e me levar, estaria morto, com certeza”, testemunha o ex-alcoólatra.

A orientadora educacional Raquel Porto Larroyd palestrou no seminário e avalia a atual situação do tratamento público aos usuários: “O drogado é prejuízo. Mexer no drogado é mexer com a lixeira da sociedade”, afirma Raquel.
Quem quiser colaborar com assinatura, basta imprimir uma folha da campanha no site wwwpropagandasembebida.org.br, participar e entregar no Corpo de Bombeiros de Tubarão, até o próximo dia 21.