Maycon Vianna
Tubarão

Um rapaz de 26 anos foi baleado ontem quando saía de sua casa no Beco 1, no conhecido Beco do Quilinho, no bairro Morrotes, em Tubarão. As pessoas que estavam no local ouviram pelo menos dez disparos, três deles acertaram Mário César Tomé, dois na coxa e um tiro na mão. Ele foi imediatamente encaminhado ao Hospital Nossa Senhora da Conceição.

A tentativa de homicídio ocorreu por volta das 20h30min e mobilizou moradores da localidade. Ainda segundo testemunhas que presenciaram mais um crime em Tubarão, a vítima tentou fugir a pé, em zigue-zague pelas ruas estreitas do beco. O criminoso, que chegou sozinho em uma moto, de capuz, tentou alvejá-lo seguidas vezes, mas não conseguiu atingi-lo ‘em cheio’.

A mãe de Mário, Margarida Tomé, 53 anos, estava em casa quando o seu filho quase foi assassinado. Ele não tinha uma residência fixa, morava um pouco na casa de uma namorada e algumas noites dormia na casa da mãe, no bairro Morrotes. “Não consigo entender por que tentaram matar meu filho. Nunca soube de ameaças a Mário, mas estou até agora muito nervosa, afinal, quase que ele perdeu a vida”, declarou a aflita mãe.

Mário César Tomé deu entrada no Hospital Nossa Senhora da Conceição logo depois de ser atingido pelos disparos. Por volta das 22h15min, ele estava lúcido, conversava normalmente com as enfermeiras e tinha ferimentos na perna esquerda e mão direita. O rapaz foi submetido a um exame de raio-x, onde foi descoberto que uma bala está alojada em seu corpo.