O jovem preso assaltou os ocupantes de um caminhão  e depois roubou um Palio e um Strada
O jovem preso assaltou os ocupantes de um caminhão e depois roubou um Palio e um Strada

Tubarão

 

Além do homicídio, a tarde de ontem em Tubarão também foi marcada por uma série de assaltos, acidentes e troca de tiros entre bandido e polícia. Um rapaz de 20 anos foi levado à Central de Polícia Civil e encaminhado ao Presídio Regional de Tubarão. 
 
Tudo começou quando dois motociclistas abordaram Valério Spillere Marongone, 40 anos, e Nardi Aurélio, 41, no bairro Sertão dos Corrêa. Eles estavam a trabalho, com um caminhão Wolksvagen de Içara, utilizado para o transporte de bebidas, estacionado em um bar. O condutor da moto anunciou o assalto, apontou a arma para as vítimas e levou cerca de R$ 800,00 em dinheiro e um malote com aproximadamente R$ 3,5 mil. Após o roubo, deu um tiro no pneu do caminhão, outro para cima e escapou com o seu comparsa. 
 
Na fuga, já sem o seu companheiro e a pé, rendeu Nilton Dandoline Zanela, 43, motorista de um Palio, que estava parado para atravessar no trevo do Sertão dos Corrêa. “Ele chegou na janela, disse que era um assalto e pediu para eu descer. Quando percebi que era de verdade, saí e fui caminhando. Daí ele levou o carro e, no instante que deu a largada, bateu em uma carreta”, relatou Nilton. O assaltante abandonou o Palio e roubou um Fiat Strada, que estava próximo à carreta. “Eu parei porque vi que era um acidente, ele me apontou a arma e levou o carro”, contou Marcelo da Rosa, condutor do Fiat.
 
Durante a fuga, o jovem foi perseguido por cinco viaturas da Polícia Militar, três da Polícia Rodoviária Federal e uma da Polícia Militar Ambiental. Houve troca de tiros e o Fiat Strada capotou no Morro do Formigão, na BR-101. Ele abandonou o veículo, correu por um matagal, no bairro Fábio Silva, e entrou em uma residência. Os policiais o abordaram dentro de sua própria casa. No matagal, a polícia encontrou a arma utilizada nos três assaltos, um revólver calibre 38, com três munições deflagradas.
 
O outro acusado de participar do primeiro assalto não foi encontrado pela polícia.