Amanda Menger
Sangão

O jovem Ricardo Antônio Eduardo, 17 anos, passou o dia de ontem de ‘molho’ no Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), em Tubarão. Ele foi baleado no peito, próximo ao coração, após um assalto em sua residência, em Sangão. Ricardo é filho do prefeito da cidade, Antônio Mauro Eduardo (PP). O crime ocorreu sábado, por volta das 23 horas.

A família participava de um casamento e Ricardo resolveu ir em casa trocar de roupa. Quando chegou à residência, foi rendido por sete homens encapuzados. Eles exigiam que Ricardo mostrasse o cofre. Mesmo o rapaz dizendo que a família não tem cofre, os bandidos pressionaram e atiraram. Em seguida, o trancaram em um dos quartos, enquanto levavam outros objetos como joias e computador.

Assim que os homens deixaram a casa do prefeito, mesmo ferido, Ricardo conseguiu desamarrar-se e ligar para o pai. “Levei um susto. Saí da festa correndo e trouxe meu filho para Tubarão. Graças a Deus, mesmo o tiro perto do coração, ele está bem. Hoje (ontem), recebeu visita de familiares e até conversou com eles”, conta o prefeito. O jovem foi medicado e não corre risco de morte.

Segundo Antônio Mauro, a violência cresceu na cidade. “Há dois meses, fizemos uma reunião com o secretário estadual de segurança pública, Ronaldo Benedet, em Jaguaruna. Pedimos mais policiais também para Treze de Maio. Só na última semana, foram dois assaltos em Sangão. Tem que se fazer alguma coisa”, reclama o prefeito.