Comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar de Tubarão, tenente-coronel Ângelo Bertoncini.
Comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar de Tubarão, tenente-coronel Ângelo Bertoncini.

Mirna Graciela
Tubarão

O número de furtos a residências é preocupante em Tubarão. Segunda-feira e ontem, a Polícia Militar foi acionada para atender sete ocorrências desta natureza. E a tendência é que este tipo de ação seja ainda maior na temporada de verão, quando muitos moradores deixam a cidade.

Ontem à tarde, os ladrões arrombaram uma casa no bairro Praia Redonda, enquanto o dono viajava. Foram furtadas uma máquina de lavar roupas, uma impressora e outros pequenos objetos.
A ousadia maior é que alguns equipamentos e móveis ficaram empilhados, uma prova de que eles voltariam para terminar o serviço, supostamente com um veículo de grande porte.
Propriedades nos bairros Oficinas, São João, Fábio Silva, Campestre e Humaitá também foram alvos dos bandidos. Os furtos vão desde alimentos, roupas, dinheiro, aparelhos eletroeletrônicos e eletrodomésticos. Nos últimos sete dias, uma casa foi ‘visitada’ três vezes.

Para o comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar de Tubarão, tenente-coronel Ângelo Bertoncini, as mudanças da legislação processual penal também contribuem para esta alta incidência. “A pessoa que furta não fica mais presa, é a última alternativa, ela apenas responde a um termo circunstanciado. Chegamos a conduzir à delegacia o mesmo indivíduo várias vezes”, explica o comandante.
Uma dica de Bertoncini é a prevenção. “O cidadão que tem condições deve cuidar de seu patrimônio, com a instalação de grades, sistemas de alarme e de vigilância”, orienta o comandante.

Número do efetivo policial em Tubarão será o mesmo na temporada

A tendência é que na temporada do verão aumente ainda mais as estatísticas de furtos a residências nas cidades não litorâneas. Isso porque neste período muitas pessoas passam as férias nas praias.
O comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Ângelo Bertoncini, avisa que o efetivo de policias em Tubarão será o mesmo. “Não temos como ampliá-lo, mas também não deslocaremos estes profissionais para as praias”, avisa Bertoncini.

Para atuarem nas praias, serão removidos policiais dos destacamentos de outros municípios, como Sangão, Pedras Grandes e Treze de Maio. “Nos dias em que eles estão de folga, serão deslocados, bem como os de nossa área administrativa”, explica.

Secretário alerta: não é missão da GM atuar no combate ao crime

O fato da Guarda Municipal (GM) agora estar mais equipada trouxe à tona a possibilidade de reforçar a segurança em Tubarão no combate aos furtos em residências, por exemplo. No entanto, isto é inviável.
“Não é função deles atuar em ações contra o crime, a não ser quando se deparam com uma situação em flagrante, a exemplo da semana passada, ocasião em que um comerciante os acionou para conter um bandido, porque eles passavam no momento”, esclarece o comandante do 5º BPM, tenente-coronel Ângelo Bertoncini.

O secretário de segurança e patrimônio da prefeitura, Carlos Eduardo de Bona Portão, o Preto, reforça a explicação do comandante. Segundo ele, a segurança pública é dever do estado e compete à Polícia Militar o policiamento ostensivo. “A Guarda Municipal tem como missão zelar pelo patrimônio público e orientar a fiscalização do trânsito, salvo os casos em que os guardas presenciam flagrante de delitos, daí não podem deixar de atender e ajudar”, afirmou o secretário.

"Eu e o secretário de segurança e patrimônio, Preto, nos reunimos para falar sobre o assunto. E vamos conversar novamente sobre as competências de cada um, da Polícia Militar e da Guarda Municipal."

Comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar de Tubarão, tenente-coronel Ângelo Bertoncini.