A Prefeitura de Balneário Arroio do Silva , com base em denúncias de cidadãos que gravam videos ou fotos de indivíduos descartando entulhos e lixo em áreas públicas ou em meio a natureza já registrou uma série de Boletins de Ocorrência, BO, na Delegacia de Polícia Civil Comunitária.

“Com os dados das placas dos veículos de infratores encaminhamos a notificação e num prazo de 10 dias a situação deve ser regularizada com pagamento de multa pesada”, frisa o Secretário de Planejamento Urbano do município, Hamilton Eduardo Jacques.

O fato mais recente ocorreu nesta semana, numa rua paralela a Estrada Geral do CTG, entre Arroio do Silva e Araranguá, com a desova de entulhos de obras, lixo doméstico e móveis usados. Jacques acredita que os crimes não cometidos por moradores do Arroio do Silva.

“Está sendo muito comum essa prática errônea e são cometidas por pessoas que a gente não conhece e vem de outras cidades ou estados. Não vamos mais aceitar isso e pedimos as pessoas que moram no Arroio para que ajudem a identificar esses sujões para que possamos denunciá-los às autoridades. Isso é crime ambiental”.

Solução

O secretário pede para que as pessoas que tem entulhos, galhos de árvores e ou lixo móveis velhos, para que contratem um tele-entulho ou entrem em contato no Setor de Planejamento Urbano, para que seja dado o destino correto aos materiais e evitar maiores transtornos.