Os relógios e joias possivelmente são de origem criminosa, segundo investigação da Divisão de Repressão a Roubos (DRR) da Polícia Civil em Criciúma - Foto: Polícia Civil em Criciúma

Sob a coordenação do delegado Yuri Miqueluzzi, a equipe da Divisão de Repressão a Roubos (DRR/DIC) da Polícia Civil em Criciúma deflagrou, nesta terça-feira (8), a Operação Midas 157. A ação visa apurar uma série de roubos cometidos na cidade. Os policiais civis cumpriram três mandados de buscas em casas nos bairros Renascer e São João.

Quatro pessoas são investigadas por envolvimento em roubos armados e atuação em tráfico de drogas. Nas buscas, houve localização de um revólver calibre 38 SPL com numeração suprimida, 12 munições de calibre 38 SPL, maconha, balança de precisão e acessórios para embalagem da droga em frações, R$ 5,7 mil em dinheiro, além de relógios e joias que a polícia acredita serem possivelmente de origem criminosa.

As buscas foram realizadas pelo efetivo da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Criciúma, com apoio do Serviço Aeropolicial (Saer) e do Núcleo de Operação com Cães (NOC) da Polícia Civil de Criciúma. As investigações prosseguem na cidade.

 

 

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul