A dupla alegou que o rifle é de outro irmão, um menor fugitivo do Casep, em Tubarão. As investigações prosseguem para apurar a origem dos produtos.
A dupla alegou que o rifle é de outro irmão, um menor fugitivo do Casep, em Tubarão. As investigações prosseguem para apurar a origem dos produtos.

Tubarão

Com a informação de que um jovem de 21 anos guardava drogas e armas para um traficante, em uma casa no bairro Passagem, em Tubarão, a Polícia Civil iniciou as investigações do suspeito. Nesta sexta-feira de manhã, um mandado de busca e apreensão foi cumprido no local.

Na residência, estavam o acusado e seu irmão, de 18 anos. No quarto do mais velho, os agentes encontraram um rifle calibre 22 e uma pequena porção de maconha. Diversos objetos de origem ilícita também foram apreendidos, incluindo um televisor 32 polegadas, um aparelho de vídeogame play station, um violão, aparelhos de celular e outros produtos.
Os irmãos entraram em contradição quanto à propriedade do rifle e foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma de fogo. Já na delegacia, em depoimento, a dupla alegou que o rifle seria de outro irmão, de 16 anos, que está foragido do Centro de Atendimento Sócio Educativo Provisório (Casep) desde o último dia 15.

Uma fiança foi arbitrada e os dois foram colocados em liberdade. O de 21 anos ainda responderá a um termo circunstanciado pela posse da droga, com o compromisso de comparecer em audiência no juizado especial criminal de Tubarão.
As investigações prosseguem para apurar a procedência duvidosa dos produtos. A ação foi desencadeada pelos agentes da Divisão de Investigação Criminal (DIC), com o apoio dos policiais civis da Central de Plantão Policial (CPP) e de Braço do Norte. Os trabalhos foram coordenados pelos delegados da DIC, Adriano Almeida e Marcos Ghizoni, e de Braço do Norte, Leonardo Valente e Francisco Ribeiro.