Maycon Vianna
Tubarão

A Polícia Civil de Tubarão cumpriu, na manhã de ontem, um mandado de apreensão em um escritório do edifício EJB, no centro de Tubarão. No local, trabalhava a advogada Anne Buss, presa no ano passado suspeita de envolvimento em vários crimes, entre eles estelionato, tráfico de drogas e formação de quadrilha.

No escritório, foi encontrado um notebook furtado e também uma mala de couro onde era colocado o equipamento. Após a apreensão, os investigadores farão levantamento para saber o conteúdo dos arquivos do computador e também a procedência do computador furtado.

A advogada de Tubarão apontada como chefe da quadrilha e que teria ligações com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) foi detida no dia 28 de novembro do ano passado, em uma operação desencadeada pela Polícia Civil de Tubarão e o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), com sede em Florianópolis, ontem ficou por quase um mês.

A operação também resultou na prisão de 15 pessoas ligadas ao tráfico de drogas na cidade. Entre ele, estava um menor de 16 anos, suspeito de fornecer drogas no bairro Oficinas.

As investigações foram intensificadas nos últimos dois meses e começaram a apresentar resultados depois da prisão em flagrante da advogada. Anne está presa na Unidade Prisional Avançada de Imbituba desde o dia 19 de dezembro de 2008.
O namorado da advogada também está preso acusado de envolvimento com tráfico de drogas. A justiça ainda não definiu quando será o julgamento do casal, nem qual a condenação.