Foto:Rafael Andrade/Notisul
Foto:Rafael Andrade/Notisul

Tubarão

Com instrutores de alto nível, o que há de melhor em Santa Catarina, do Batalhão de Aviação de Joinville, do Choque da capital, dos Pelotões de Patrulhamento Tático (PPTs) de Tubarão, Criciúma, Araranguá, Laguna, Braço do Norte e Imbituba. Com esta equipe gabaritada de professores, iniciou ontem o curso de Táticas Policiais, destinado aos aspirantes à equipe do PPT. 

“Este curso demanda uma logística muito grande. O último do gênero ocorreu em 2008. O policial tem que ser bom quando está bem, quando está cansado, quando dormiu pouco, se está com fome, com frio, com sede… O policial precisa suportar o ritmo, independente de como esteja, e ter um psicológico muito bem preparado”, detalha o major Dante da Costa Chierighini, um dos mais experientes instrutores de Táticas Policiais do Estado.

O coronel Roberto Vidal Fonseca, comandante da 8ª Região da Polícia Militar, responsável por mais 19 municípios – área do 5º Batalhão de Polícia Militar de Tubarão, Guarnição Especial de Braço do Norte, Guarnição Especial de Imbituba e Guarnição Especial de Laguna – participou da aula inaugural. “Vocês escolheram uma das principais equipes da PM de Santa Catarina, a Tática. Espero que todos consigam se formar. Esses alunos estão nas mãos dos melhores homens da nossa corporação”, destaca o coronel. Serão cerca de duas semanas de intensos trabalhos. A formatura deve ocorrer na primeira quinzena de dezembro. 

As aulas, claro muito puxadas, principalmente no quesito físico, iniciou em ritmo frenético. Dois já pediram para sair logo no primeiro dia. Os termômetros, em Tubarão, marcavam 35ºC, fora a sensação térmica. Todos os alunos precisam realizar as atividades carregando uma mochila superpesada, um fuzil superpesado, marchar, correr, pular, obedecer, agir, tudo obrigatoriamente aplicado por meio de técnicas sensatas, exatas e de resolubilidade.