Maycon Vianna
Tubarão

Quatro jovens provavelmente vindos da Praia do Rosa, em Garopaba, espancaram na madrugada da última sexta-feira um jovem de 21 anos, de Tubarão, próximo à boate Marawê Club, na rua José Acácio Moreira. Tudo começou dentro da própria casa noturna. O rapaz, que estava acompanhado de sua namorada, aproveitava o evento junto dela e de mais uns amigos. Por volta de 2 horas, um outro rapaz começou as provocações dentro da própria boate. Para começar a briga, um deles colocou o pé para o outro cair. A vítima revidou com um empurrão e saiu de perto para evitar maiores conflitos.

Ao sair da casa noturna, o rapaz que foi empurrado já havia comunicado a sua ‘trupe’ para ‘pegar’ o jovem que estava de moto com a companheira e tinha deixado seu veículo no estacionamento. Foi então que iniciou a perseguição. Em cinco minutos, a vítima foi encurralada por quatro rapazes de Garopaba, que começaram a agredi-lo. Socos, pontapés na cabeça, chutes na região da barriga. Por sorte, um dos seguranças da Marawê Club conseguiu separar os brigões.

A vítima preferiu não registrar boletim de ocorrência para evitar represálias. A Polícia Militar afirma que se não for realizado o registro fica complicado tomar algum tipo de atitude. Segundo testemunhas, a gangue dos “Playboys do Rosa”, como é conhecida, costuma freqüentar casas noturnas de Tubarão e região com o intuito de arrumar confusão.