Em São José do Cerrito, na Serra Catarinense, um adolescente de 14 anos, João Vitor Meneguzi, foi assassinado a tiros, na madrugada deste sábado. De acordo com o delegado regional de Lages, Fabiano Schmidt, ainda não se sabe o que causou a execução. 

Neste domingo o delegado informou que já tem um suspeito de ter feito os disparos. A polícia investiga se há participação de outras pessoas no crime. 

Conforme o jornal Correio Lageano, João Vítor participava de um evento de som automotivo em uma chácara na Localidade de Bom Jesus, no interior da cidade, quando foi alvejado com 14 tiros. Os policiais encontraram no local do crime sete cápsulas de pistola .40, três  munições 765 descarregadas e um carregador de pistola com quatro munições intactas.

O adolescente morava no Bairro Santa Catarina, em Lages. Em sua conta no Facebook, ele demonstrava ser adepto ao tradicionalismo e aparece montado em um cavalo. Na página, amigos e colegas da vítima deixaram mensagem de luto e lamentaram o ocorrido. Um deles escreveu: “É triste ver um guri dessa idade partindo de modo tão cruel, foi uma covardia sem limite…”