#ParaTodosVerem Na foto, o símbolo da Polícia Civil de Santa Catarina
- Foto ilustrativa PCSC | Divulgação

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Civil de Tubarão elucidou o furto de 26 tablets da Escola de Ensino Básico Professor Cleto da Silva, no bairro Guarda Margem Direita, em Tubarão. O crime ocorreu na madrugada do dia 24 de março deste ano. As investigações apontaram que dois homens invadiram a instituição e levaram os equipamentos recém entregues pela Prefeitura para o uso dos alunos. Após diligências, os agentes da DIC identificaram os dois suspeitos e descobriram também que uma mulher havia participado do furto e recebido dois dos tablets subtraídos. A Polícia Civil representou pela prisão preventiva dos três acusados e a medida foi deferida pelo juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Tubarão.

Com isso, os agentes da DIC realizaram o cumprimento das ordens judiciais na tarde desta terça-feira (7). A mulher foi presa em Capivari de Baixo e conduzida para o Presídio Regional Feminino em Criciúma. Os dois homens já estavam detidos no Presídio Regional de Tubarão, pois são investigados pela Polícia Civil por outros crimes. De qualquer forma, eles agora também acumularão o tempo relativo ao mandado de prisão preventiva pelo furto dos tablets. Dos 26 equipamentos, dois foram recuperados na casa da mulher presa. As investigações prosseguem no intuito de recuperar os outros 24 aparelhos subtraídos.

Fonte: Polícia Civil de Santa Catarina
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul