#ParaTodosVerem Na foto, a prédio onde funciona o judiciário de Armazém. O prédio é bege, com um detalhe azul na frente onde lê-se a palavra Fórum
O denunciado foi condenado a 20 anos de prisão e cumprirá a sentença, inicialmente, em regime fechado - Foto: TJSC | Divulgação

O juízo da Vara Única da Comarca de Armazém condenou um homem à pena de 20 anos de reclusão pelo latrocínio de um idoso, de 69 anos. O crime ocorreu em agosto de 2021, após a vítima ter dado carona para o acusado. Osvaldo havia passado por um transplante de órgão meses antes de sua morte e foi de carro até Blumenau para uma consulta. Ao retornar para Armazém, onde residia sozinho, ele deu carona para o réu, na época com 29 anos. As câmeras monitoramento do tráfego da Artemis, concessionária responsável pela manutenção da BR-101 no trecho Norte, flagraram o denunciado sentado no banco dianteiro direito do carro quando eles passaram pela praça de pedágio de Palhoça.

Após a chegada na residência da vítima, no bairro Sertão dos Corrêas, o réu desferiu pelo menos três golpes de faca contra o idoso e fugiu com seu carro, uma caminhonete S10, um aparelho de telefone celular, uma sanfona e uma motosserra. Duas das facadas atingiram o pescoço de Osvaldo e ele sangrou até morrer. Cinco dias depois, um amigo do idoso foi visita-lo e encontrou a residência fechada, o que era incomum. Ele conversou com um vizinho, que disse não tê-lo visto há alguns dias. Os dois resolveram entrar na casa para procura-lo e encontraram seu corpo, em cima de uma cama, em um dos quartos no segundo piso do imóvel. O condenado cumprirá a sentença inicialmente em regime fechado. Cabe recurso da decisão ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina.

Fonte: Tribunal de Justiça de Santa Catarina
Edição: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul