Willian Bruning, de 24 anos, conduzia a Eco Sport. - Foto: Tati Alves/Divulgação/Notisul.
Willian Bruning, de 24 anos, conduzia a Eco Sport. - Foto: Tati Alves/Divulgação/Notisul.

Braço do Norte

Cinco pessoas perderam suas vidas em dois acidentes na região. As colisões ocorreram na sexta-feira à noite, em Braço do Norte e Jaguaruna. Quatro adultos e uma criança de 2 anos não resistiram aos graves ferimentos e morreram nos locais das batidas. Duas pessoas ficaram em estado grave e uma sofreu lesões leves. 

A mobilização das equipes de socorro foi intensa a partir das 23 horas, pois os acidentes foram registrados em horários próximos. O primeiro, na localidade de Rio Bonito, na SC-370, envolveu dois veículos que colidiram frontalmente por volta das 22h50min. 

Em um Corsa, com placas de Braço do Norte, estavam um casal e uma criança. Kamila Joaquim da Rosa, 22 anos, e seu filho Gustavo Rodrigues da Rosa, 2 anos, morreram com o forte impacto. O condutor do carro, Jeovani Arent Della Giustina, de 19 anos, ficou gravemente ferido e foi levado para o Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC) em Tubarão.

Na Ford Eco Sport, de São Lugdero, que seguia no sentido Cidade Azul, havia quatro pessoas. O motorista Willian Bruning, 24 anos, e o caroneiro Jorge dos Santos, 28, não resistiram. O terceiro ocupante, Zeloar Vais de Souza, 21 anos, sofreu traumatismo craniano e foi encaminhado para o Hospital Santa Teresinha, em Braço do Norte. Já o quarto passageiro, 26 anos, teve lesões leves.

A Polícia Militar Rodoviária Estadual (PMRv) de Gravatal atendeu a ocorrência. Trabalharam no atendimento às vítimas e aos demais envolvidos os bombeiros militares de Braço do Norte e de Tubarão. 

Motociclista não resiste aos graves ferimentos
O outro acidente, ocorrido na BR-101, por volta das 23h20min, deixou uma pessoa morta. Valmei Brígido, 58 anos, pilotava uma motocicleta na BR-101, em Jaguaruna, próximo ao limite com Sangão, quando bateu de frente com um GM Prisma, com placas de Criciúma.

O motociclista sofreu politraumatismo e morreu na hora. Os ocupantes do automóvel saíram ilesos. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Tubarão esteve no local do acidente. O corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) da Cidade Azul. Brígido morava em Sangão.