Rafael Andrade
Tubarão

Uma grave batida de carro deixou um prejuízo para proprietários de três carros. Na volta para casa de uma festa, próximo às 6 horas de sábado, o condutor de um Fiat Uno, com placas de Tubarão, colidiu violentamente em três carros estacionados na rua Januário Alves Garcia, no Centro. A batida foi tão violenta que uma Mercedes Benz, com placas de São Paulo, ficou totalmente destruída.

Um Fiat Strada e um Fiat Siena, ambos de Tubarão, também foram danificados. O motorista do Uno que causou o acidente ficou levemente ferido. O proprietário da Mercedez, o fotógrafo Davis Tonon Locks, tinha acabado de chegar em casa do trabalho. “É com este carro que vou trabalhar, agora fiquei na mão”, lamenta Davis. Ele teve um prejuízo estimado em R$ 40 mil. O seu carro não tinha seguro e será levado para um ferro-velho.

Em poucos minutos, vários curiosos aglomeram-se no local. Entre eles a proprietária do Fiat Siena, que ficou surpresa quando percebeu que o seu veículo estava entre os envolvidos. “Acordei assustada com o barulho do impacto. Moro em um residencial na frente onde estava o meu carro. Quando vi o tamanho dos estragos fiquei sem palavras. Ainda bem que ninguém ficou ferido gravemente”, lembra Ana Lúcia Tonon, dona do Siena.

O único carro assegurado é o Fiat Strada. Os demais proprietários tiveram um prejuízo somado em quase R$ 50 mil. “Quem vai pagar esta conta? Eu que estava dormindo ou o condutor do Uno que vinha de uma festa?”, pergunta Ana Lúcia, indignada.

Teste do bafômetro
A Polícia Militar de Tubarão foi acionada pelos proprietários dos veículos envolvidos na colisão e chegou no local em poucos minutos. O condutor de um Fiat Uno que provocou a colisão recusou-se a fazer o teste do bafômetro, mas foi conduzido à Delegacia de Trânsito por dirigir sem carteira de habilitação e por estar sem o documento do carro. O proprietário do Uno esteve no local e disse ter emprestado o carro para o amigo.