Rafael Andrade
Tubarão

Mais uma vítima de acidente foi salva pelos bombeiros da região. Desta vez, profissionais de Capivari de Baixo e dos Bombeiros Voluntários de Jaguaruna realizaram o resgate.

Cristiane Barbosa Masvibo, 36 anos, ficou gravemente ferida ontem de manhã, por volta das 7h30min. Ela perdeu o controle do seu carro, um Ford Fiesta de Tubarão, no quilômetro 354 da BR-101, em Sangão, e bateu em uma canaleta de concreto.
Ela foi encaminhada ao Hospital Nossa Senhora da Conceição, em Tubarão, e está fora de perigo. Mas teve suspeita de traumatismo craniano. Os médicos passaram o dia realizando exames para avaliar se havia necessidade de alguma intervenção cirúrgica.

“Passamos do local do acidente e não vimos o carro. Na volta, encontramos o Fiesta e realizamos o resgate em poucos minutos. Pedimos que, quando for necessário o acionamento aos bombeiros, o solicitante avise com exatidão e detalhado o local para irmos direto ao ponto. É muito importante a nossa agilidade neste momento”, orienta o comandante dos bombeiros de Jaguaruna, Fabiano Dias.

Outro grave acidente registrado ontem na região também ocorreu na BR-101, desta vez no quilômetro 319, na comunidade do KM 37, em Laguna. O jovem motociclista Alexander Zeferino de Souza, 21 anos, quebrou a perna em dois locais após bater de frente em uma carreta de Itajaí. Ele foi encaminhado ao HNSC e passou por cirurgias. Felizmente, não corre risco de morte.
Neste acidente, a ação rápida dos bombeiros também evitou que a vítima tivesse hemorragia.

Balanço final da Operação
Finados aponta números trágicos

As polícias Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar Rodoviária (PMRv) de Santa Catarina encerraram à meia-noite de terça-feira a Operação Finados. Somente nas rodovias federais do estado, nos cinco dias da operação especial, foram registrados 310 acidentes, 188 feridos e nove mortes. No total, 573 veículos envolveram-se em colisões.
Em comparação ao mesmo ‘feriadão’ do ano passado. Houve aumento de 12,31% no número de acidentes e 50% no total de mortes. A quantidade de feridos foi praticamente a mesma.

Em parte, o crescimento desses índices pode ser justificado pelo fato de o feriado prolongado deste ano ter tido um dia a mais do que no ano passado. Segundo a direção da PRF no estado, a imprudência e a falta de cuidados das pessoas no trânsito continuam a ser determinantes para o acréscimo dos números negativos.
De todos os acidentes com morte, duas ocorrências chamaram mais atenção. Na sexta-feira à noite, duas pessoas – um motociclista e o caroneiro – morreram em uma colisão traseira seguida de atropelamento na BR-280, em Jaraguá do Sul.

Nas rodovias estaduais, o feriadão também foi trágico. Foram registradas 11 mortes. Na região de Tubarão, seis pessoas morreram nas estradas federais e estaduais. Outras quatro pessoas foram presas por dirigir embriagadas e desacatar autoridades.