Tubarão

De acordo com o subcomandante do 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM), em Tubarão, major Vilson Schlickmann Sperfeld, não foram registrados saques a estabelecimentos comerciais, como foi amplamente e erroneamente divulgado nas redes sociais nos dois dias após a assustadora tempestade que varreu a Cidade Azul e alguns municípios vizinhos. O oficial da PM destaca o comportamento do tubaronense pós-evento climático. “Não ocorreu registro ou flagrante de qualquer situação que merecesse a intervenção da Polícia Militar. Realizamos constantes rondas nas casas onde ocorreu avarias, algumas até chegaram a desabar, e pontos comerciais, justamente para resguardar objetos das vítimas deste terrível vendaval. Até o presente momento (18 horas de ontem), nada foi relacionado à situação. Pelo contrário, a cidade está bem tranquila, até mesmo em relação a outros delitos”, enaltece o major.

No Facebook e WhatsApp, principalmente, circulou denúncias de que lojas de sapatos, supermercados, lojas de roupa e até mesmo uma ponto comercial que vende lustres teriam sido invadidos por saqueadores. Até ondem à noite, o telefone de emergência 190 da PM não foi acionado.