Após trocar tiros na Favela do Rola, em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio, um policial federal morreu ao ser baleado. O crime aconteceu na tarde da última terça-feira (13).

Outro agente, Plínio Ricciardi, que estava com a vítima, conseguiu fugir e se esconder em uma residência no local. O sobrevivente foi encontrado por policiais militares em estado de choque. O agente morto foi identificado como Ronaldo Heeren. As autoridades foram para o local para atender a chamada.

Em nota, a Polícia Federal lamentou a morte de Plínio e informou que ele trabalhava na Superintendência Regional da corporação no Rio. Segundo o comunicado, a vítima foi morta quando realizava uma diligência na comunidade. O corpo foi encontrado em uma viatura da PF no local.

Após matarem o policial, criminosos picharam a viatura descaracterizada em que estava o agente morto com inscrições de uma facção criminosa do Rio. A PF investiga se a pichação na viatura é uma tentativa dos bandidos de direcionar a apuração do crime.