A entrega da boina representa o êxito alcançado nas instruções ministradas e a aquisição de conhecimentos.
A entrega da boina representa o êxito alcançado nas instruções ministradas e a aquisição de conhecimentos.

Tubarão

Cerca de 150 militares participaram neste sábado das comemorações pela passagem do Dia da Infantaria, celebrado no último dia 24. O evento ocorreu na sede do Exército, no bairro Passagem, em Tubarão. Um dos momentos relevantes da solenidade foi a entrega das boinas verdes para 106 soldados incorporados este ano.

O major Ricardo Serrazes, comandante da 3ª Companhia do 63º Batalhão de Infantaria, agradeceu às famílias pela confiança. Para ele, sem este apoio, a vitória de cada um não seria possível.
“A entrega da boina representa o êxito alcançado nas instruções e a aquisição de conhecimentos, indispensáveis para que o soldado integre frações de combate. Eles terão pela frente instruções que buscarão o adestramento coletivo, dentro de seu pelotão”, destacou o comandante.

A boina – complemento da farda -, passa a identificá-los com os demais e representa o aprendizado e a responsabilidade com as tradições do quartel. Eles passaram por três meses de treinamentos.

O significado da infantaria

A homenagem ao Dia da Infantaria é referência à data de nascimento de seu patrono, o brigadeiro Antonio de Sampaio. Comandante da divisão Encouraçada, durante a Guerra do Paraguai, Sampaio contribuiu para a expulsão dos paraguaios do território nacional.

Seu nome está inscrito no Livro de Aço do Panteão da Pátria, com o status de herói nacional. A infantaria tem como característica essencial a aptidão do combate a pé, em todos os tipos de terreno e sob quaisquer condições meteorológicas, e utiliza variados meios de transporte.
Uma de suas missões é conquistar e manter o terreno, além de aproveitar a capacidade de progredir. A infantaria pode ter especializações das mais diversas, como motorizada, blindada, paraquedista, de selva e caatinga, entre outras.