segunda, 24 de junho de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube
48 3053-4400

Saúde e Equilíbrio - Fernando Viégas Delgado

Medicina integrativa

Publicado em 22/01/2019 00h10

Medicina integrativa
Foto: Divulgação/Notisul

Chamadas antes de alternativas, as terapias complementares são temas de cada vez mais estudos e estão invadindo centros médicos no Brasil e no mundo — algumas delas já estão disponíveis, inclusive, em postos de saúde pelo Sistema Único de Saúde, o SUS. Agora em fevereiro para confirmar essa tendência, começa o primeiro curso nacional de pós-graduação em medicina integrativa, ministrado pelo Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo. Medicina Integrativa, é a abordagem que procura casar tradicionais práticas baseadas em evidência com métodos que em vez de focar num problema específico, buscam tratar o corpo como um todo. O que antes era abordado com desconfiança por nós médicos de formação alopata ganham cada vez mais espaço em abordagens cientificas, com vários estudos mundo afora em revistas renomadas de medicina. O número de estudos sobre o tema cresceu 33% em cinco anos, de acordo com o banco de dados de publicações médicas Pubmed. Só em 2011 foram 514 artigos divulgados. Nos Estados Unidos, o próprio governo estimula a pesquisa e a adesão a essas práticas com o Centro Nacional para Medicina Complementar e Alternativa (NCCAM na sigla em inglês), cujo orçamento supera US$ 120 milhões. Hospitais como o  MD Anderson e Memorial Sloan-Kettering Cancer Center já dispõem de departamentos dedicados a pesquisa e aplicação de acupuntura, técnicas de relaxamento e afins. Em São Paulo, hospitais de ponta como o Einstein e o Sírio-Libanês contam com os serviços de abordagem integrativa. Mas, a tendência não é exclusividade dos centros mais caros. O SUS oferece fitoterapia, homeopatia e práticas da medicina tradicional chinesa, como acupuntura. O impulso para essa oferta veio em 2006, quando se lançou a Política Nacional de Práticas Integrativas. Esse modelo tem raízes na concepção milenar de saúde dos orientais. O processo de cura não depende de um procedimento, mas da reação do organismo. As terapias são ferramentas para que se restabeleça o equilíbrio e o paciente se recupere. Se pensarmos em alguém com câncer não podemos tratar apenas o tumor, é preciso considerar outras demandas desse paciente, como questões emocionais. O Memorial Sloan-Kettering Cancer Center liderou uma das maiores revisões sobre acupuntura e dor crônica concluindo que a sua eficácia não se resume a efeito placebo. Em Harvard, uma das linhas de pesquisa analisa o papel da meditação para contrapor problemas cognitivos, espirituais e familiares. Nesse contexto, terapias complementares ajudam a minimizar a dor, a ansiedade ou depressão e até efeitos colaterais dos tratamentos convencionais.

Dica de Saúde

A OPAS/OMS recomenda, que os bebês sejam alimentados exclusivamente pelo leite da mãe até os 6 meses e que a amamentação continue ocorrendo, junto com outros alimentos, por até 2 anos ou mais. O aumento do aleitamento materno para níveis quase universais poderia salvar a vida de mais de 820 mil crianças com menos de 5 anos e 20 mil mulheres a cada ano . Poderia também adicionar um valor estimado de 300 bilhões de dólares por ano na economia global, com base na melhoria de capacidade cognitiva se cada criança fosse amamentada até pelo menos 6 meses e no aumento do que ele poderia produzir ao longo da vida. Além disso, aumentar as taxas de aleitamento materno reduziria significativamente os custos das famílias e dos governos no tratamento de enfermidades infantis como pneumonia, diarreia e asma. Fica a dica!

Dias Comemorativos da Saúde

19.01 - Dia Mundial do Terapeuta Ocupacional
20.01 - Dia do Farmacêutico

Dicionário:
Alopatia: é um sistema terapêutico que visa tratar as patologias pelos meios contrários as mesmas, por meio de medicamentos com ação específica nos sintomas. É a chamada medicina tradicional.
Pubmed: é um motor de busca de livre acesso a base de dados MEDLINE de citações e resumos de artigos de investigação em biomedicina. O MEDLINE tem ao redor de 4800 revistas publicadas nos Estados Unidos e mais 70 países de todo o mundo.


VOLTAR
Banner ServerDo.in
Banner ServerDo.in
Notisul - Um Jornal de Verdade
LIGUE E ASSINE (48) 3053-4400 Rua Ricardo José Nunes, 346 - Jardins de Pádova - Santo Antônio de Pádua - CEP: 88701-571 - Tubarão/SC
Copyright © Notisul - Um Jornal de Verdade 2019.