domingo, 24 de março de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube
48 3053-4400

Quarta Crítica - Nelson Ubaldo

Mudanças necessárias

Publicado em 07/11/2018 00h10

O ser humano anseia por mudanças, esta é uma realidade incontestável e, graças ao inconformismo temos as inovações, as grandes descobertas e os grandes inventos que proporcionaram melhor qualidade de vida e desenvolvimento a todos. O resultado das eleições mostrou claramente esse inconformismo e a vontade de mudança. Mas, não obstante muitos ansiarem pela tão sonhada mudança, alguns preferem habitar a zona de conforto e de lá não querem sair, como se o novo causasse o risco do caos. É muito claro que precisamos de inovações para nos desenvolver, e a inércia não contribui para isso. Então, fica claro que uma mente inquieta se faz necessário para que haja progresso. Mas precisamos disciplinar a nossa mente, precisamos utilizar nossa capacidade para o bem comum, não para o benefício egoísta. A pluralidade terá sempre um resultado positivo maior e mais significativo que a singularidade. Não é possível vivermos felizes e em harmonia quando o nosso próximo passa necessidade, cabe a nós lutar pela diminuir as diferenças, para que a distância entre as classes não seja esse abismo escancarado das grandes cidades, onde as favelas, com pessoas com baixa renda e baixa qualidade de vida, rivalizam em número com as classes mais favorecidas.

O que precisamos mudar é a postura de cada um de nós, exigindo nossos direitos, mas cumprindo nossas obrigações sociais e políticas, como cidadãos responsáveis que devemos ser. As mudanças precisam partir do cidadão comum, dando exemplo de postura para que o correto seja uma prática comum, não a exceção. Não podemos exigir lisura dos nossos representantes se pequenos atos de corrupção são por nós praticados no cotidiano, como parar em fila dupla, estacionar em vaga de deficiente, jogar lixo na rua e assim por diante. Muitos foram às ruas gritar “fora corrupto” com camiseta de marca falsificada. Exigimos dos outros aquilo que não fazemos e isto, com certeza, não é uma postura de quem quer mudança, e muito menos de quem contribui para um desenvolvimento sociológico justo e sustentável.

Precisamos mudar também em nossa vida particular, procurando realizar ações para nossa melhor qualidade de vida. O exercício físico deve ser uma prática comum e rotineira; uma alimentação saudável se faz necessária sempre e atitudes de cuidar do nosso planeta, evitando desperdício de água, por exemplo, são práticas que precisam ser implementadas em nosso cotidiano para que possamos não só melhorar nossa vida e a do planeta, mas, acima de tudo, criar o hábito para educar nossos filhos. Atitudes pequenas fazem uma enorme diferença quando somadas às mesmas ações de outras pessoas, pois estaremos criando um hábito que pode mudar a vida de todos os que estão ao nosso redor. Então, mais que falar, precisamos agir, precisamos entender que nunca haverá uma mudança radical para melhor se não houver uma mudança antes de tudo em nosso pensamento, em nossa forma de entender o mundo como responsabilidade nossa. Melhorar a vida do próximo nos fará muito melhor e nos desenvolverá como seres humanos. Pensem nisso.  


VOLTAR
Notisul - Um Jornal de Verdade
LIGUE E ASSINE (48) 3053-4400 Rua Ricardo José Nunes, 346 - Jardins de Pádova - Santo Antônio de Pádua - CEP: 88701-571 - Tubarão/SC
Copyright © Notisul - Um Jornal de Verdade 2017. Desenvolvido por Demand Tecnologia e Bfree Digital