quarta, 23 de janeiro de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube
48 3053-4400

Quarta Crítica - Nelson Neves

Os próceres do PT

Publicado em 30/11/2018 23h59

"Quem está bancando as defesas multimilionárias desta gente toda?”

O PT é um partido que desde seu nascimento é um dependente financeiro. A partir da sua fundação, ele já corroía os salários dos trabalhadores, mormente do ABC paulista, em especial os metalúrgicos, a quem impunha uma espécie de dízimo, além de contar com outras fontes de arrecadação, nem sempre tão transparentes, como enevoada era a vida de seus fundadores. O tempo passou e voou e só o PT e seus “lídimos” representantes permaneceram e em boa parte continuaram numa boa, muitos recebendo polpudas indenizações vitalícias, a título de supostas prisões ou perseguições durante o regime militar, outros tantos abarrotados com fortunas incalculáveis, inconfessáveis e inlocalizáveis, pelo menos aos olhos da nossa paquidérmica Justiça.

Durante 13 anos de poder, eles realmente puderam e fizeram de tudo, cooptaram quase todo o sistema, sempre à base de muito dinheiro ou aos menores com pão com mortadela e um pouco de circo. Especializaram-se em afanar os cofres públicos, visando um projeto de poder vitalício, alternando o governo entre suas figuras de proa, num remanejamento sem qualquer escrúpulo. O dinheiro era e ainda é tanto, que mesmo após a deflagração de várias operações policiais, em especial a “Lava Jato”, uma parte deles ainda flana livre, leve e solta, com direito a viagens, participações em “encontros” em várias partes do mundo, sempre com a mesma cantilena de que foram e são vítimas da direita reacionária, da política dos EUA e até do WhatsApp.

Agora mesmo saiu a notícia que o candidato do partido derrotado, o ilustrado ex-ministro da educação, está pensando em processar o WhatsApp lá nos Estados Unidos porque o partido entende que esta plataforma foi a culpada por sua derrota nas eleições findas, aliás, diga-se de passagem, que a não menos ilustre ex-presidente (ou presidenta, como se intitulava), igualmente confirmou esta sandice num encontro recente na Argentina. Neste mesmo encontro no país platino, onde se reuniu a fina nata do socialismo das américas, tudo gente não muito chegada ao trabalho, mas muito apegada à boa vida e tudo aquilo que o capitalismo pode oferecer, a madrasta do PAC, (valha-nos Deus), falando numa língua criada pelo seu cérebro privilegiado, sim, pois ela se expressa num dialeto que nós, pobres mortais, até hoje não conseguimos aprender e entender, disse que eles, leia-se a esquerda, irão se juntar até com o diabo, para atrapalhar o governo recém eleito.

Importante dizer, para que ninguém esqueça, que os próceres do partido se encontram na sua maioria presos ou em vias de serem trancafiados, pois eles conseguiram uma proeza antes nunca imaginada, têm-se que rever o Código Penal Brasileiro para se incluir outros crimes, tal a sorte de ilícitos cometidos pela turma “pele vermelha”. Por derradeiro, algo que muitos se perguntam, mas que a grande mídia faz questão de não lembrar, quem está bancando as defesas multimilionárias desta gente toda? Porque os causídicos que têm atuado 24 horas por dia para esta turma, cobram por hora e a peso de ouro. Quem e como tudo isso é pago? Qual o real preço deste trabalho diuturno, com deslocamentos, despesas de viagens e outras cositas mais?

Penso que a maioria dos brasileiros gostaria muito de saber qual a atuação da Receita Federal, dos bancos e até do Coaf a respeito destas transações ‘bilhardárias’ que envolvem as defesas dos caciques do partido dito dos trabalhadores. É esperar para ver.


VOLTAR
Notisul - Um Jornal de Verdade
LIGUE E ASSINE (48) 3053-4400 Rua Ricardo José Nunes, 346 - Jardins de Pádova - Santo Antônio de Pádua - CEP: 88701-571 - Tubarão/SC
Copyright © Notisul - Um Jornal de Verdade 2017. Desenvolvido por Demand Tecnologia e Bfree Digital