Meleiro 

Policiais civis esperaram acabar a sessão da Câmara de Vereadores de Meleiro, a qual estava sendo transmitida ao vivo, para darem cumprimento a um mandado de prisão preventiva em desfavor da vereadora do PP, Maria Ondina Pelegrini, conhecida como “Ba”. 

A vereadora também é advogada, e de acordo com a Câmara de Vereadores, a prisão não tem a ver com os trabalhos dela no legislativo. 

Segundo informações extraoficiais, o mandado de prisão é referente à coação de uma testemunha em uma processo em que Maria Ondina atua.

Ela foi presa e conduzida para a Central de Plantão Policial de Araranguá, onde esteve acompanhada pelo advogado de defesa. Na delegacia, ninguém quis se manifestar sobre o assunto. A investigação é da comarca de Meleiro, sob o comando do delegado Leandro Loretto, que não estava presente.