Os professores da rede municipal de Tubarão receberam, na manhã desta segunda-feira (3), uma ótima notícia: o prefeito Joares Ponticelli anunciou, em reunião realizada no Paço, que a prefeitura vai aplicar integralmente o reajuste de 12,84% na carreira, conforme determinação do Ministério da Educação.

O reajuste vai representar um impacto de mais de R$ 6 milhões nas contas da prefeitura, ao longo deste ano, contudo, o prefeito Joares Ponticelli acredita que os esforços serão válidos. “Fizemos uma readequação no orçamento da Educação e decidimos pela aplicação, porque acreditamos que a valorização do professor ajuda na melhoria da qualidade do ensino. O pagamento do piso é também uma forma de reconhecer, valorizar e estimular a categoria, para que possamos elevar a qualidade de educação em nossa cidade”, ressalta.

O diretor-presidente da Fundação Municipal de Educação, Maurício da Silva lembrou que apenas 45% dos municípios brasileiros vão cumprir o reajuste. “Muitas cidades não têm como pagar, mas nós fizemos um grande esforço para repassar o valor integralmente, índice que é bem maior que todos os reajustes propostos pelo governo. Dessa forma, esperamos manter a melhor média salarial dos professores de Santa Catarina”, atesta.

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Educação da Rede Municipal de Tubarão e Capivari de Baixo (Sintermut), Laura Oppa, recebeu com entusiasmo a informação do pagamento integral. “Foi uma grata surpresa. Não estávamos esperando essa notícia já no início do ano. É uma valorização justa dos trabalhadores da educação”, afirma.

Para o presidente da Câmara de Vereadores de Tubarão, Jairo Cascaes, que também participou da reunião, a decisão do governo municipal reflete o comprometimento dos gestores com a categoria. “Apesar das dificuldades e das inúmeras demandas, houve a sensibilidade do poder público, que entende o quanto valorizar a educação é importante para ampliar a qualidade de vida dos tubaronenses”, salienta.O reajuste será aplicado já na próxima folha de pagamento.