Ermo, na região de Araranguá, está de luto pela morte da primeira-dama Marília de Souza Cadorin. O anúncio foi feito pelo prefeito Aldoir Zica Cadorin, que escreveu: “infelizmente perdemos a batalha para o câncer” por volta das 21h desta terça-feira (18). Ela estava internada no Hospital São José, em Criciúma.

Marília lutava contra um câncer e, no mês de março de 2019, fez um transplante de medula óssea. As despedidas finais estão sendo realizadas na manhã desta quarta-feira (19), no Centro de Convivência da Terceira Idade, no centro de Ermo, menor município da Amesc.

O corpo da primeira-dama chegará às 17h desta quarta no Crematório e Memorial São Mateus, em Capivari de Baixo, no bairro Ilhotinha, onde será cremado. Não haverá cerimônia no local.

A prefeitura do Ermo emitiu a seguinte nota oficial:

“É com profundo pesar que noticiamos o falecimento da primeira-dama do município de Ermo, Marília de Souza Cadorin. O falecimento ocorreu na noite de terça (18). Frente ao exposto, o município estará em luto oficial. As despedidas finais acontecem no Centro de Convivência da Terceira Idade, na manhã desta quarta-feira (19). Estendemos nossos sentimentos a todos os seus entes queridos e também o nosso sincero agradecimento a Marília, que contribuiu com o seu sorriso e alegria nesses oito anos como primeira-dama“.