Foto: Beto Barata/PR/Flickr/Divulgação
Foto: Beto Barata/PR/Flickr/Divulgação

O presidente Michel Temer disse a pelo menos três interlocutores que está decidido a buscar a reeleição em outubro deste ano, de acordo com reportagem do jornal Estado de São Paulo. 

Segundo o jornal, Temer acha que não há ninguém melhor do que ele para defender seu legado, apesar do alto índice de rejeição apontado nas últimas pesquisas de intenção de voto.

Por enquanto, a decisão de Temer não será anunciada em caráter oficial. “Temer decide disputar a reeleição e avisa aliados”, revela a manchete do Estadão.

A má relação com o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, também influenciou na mudança de planos, de acordo com o jornal. Com Maia garantido como pré-candidato, Temer se sentiu liberado a não manter sua promessa e ser o candidato do PMDB nas eleições.

A baixa popularidade, no entanto, segue sendo o grande desafio de Temer. Se ficar convencido da inviabilidade de sua candidatura, Temer deve apoiar a candidatura do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que deve deixar o ministério da Fazenda em abril.