#PraCegoVer Na foto, o ex-deputado federal Edinho Bez
Edinho Bez tenta lançar-se como senador desde 2002 - Foto: Zeca Ribeiro | Agência Câmara | Divulgação

Filiado ao MDB desde 1985, Edinho Bez oficializou sua pré-candidatura ao Senado neste fim de semana, em Tubarão. Ex-deputado federal e primeiro vice-presidente do MDB de Santa Catarina, Edinho está na vida pública há 37 anos. Foram sete mandatos consecutivos de deputado: um como estadual, entre 1991 e 1994, e seis como federal, entre 1995 e 2014. Na legislatura de 1999-2003 licenciou-se para exercer o cargo de secretário de transportes e obras de Santa Catarina, e no mandato de 2003-2007 deixou a vaga temporariamente para assumir a Secretaria de Estado de Infraestrutura. Sem cargo eletivo desde 2015, Edinho assumiu cadeira na Câmara Federal, entre 2015 a 2018, na condição de suplente.

“Sou pré-candidato. Considero-me preparado para isso, pois ninguém conhece Brasília melhor do que eu e tenho uma história no partido que me credencia a isso”, valoriza. Vale lembrar que, conforme regras eleitorais deste ano, Santa Catarina terá apenas uma vaga senador, cujo mandato é de oito anos. Aos 72 anos, Edinho admite que o projeto de tentar uma vaga ao Senado é antigo, mas desde 2002 sempre adiou a investida a pedido do próprios MDB. “Sempre fiz concessões em nome da união e fidelidade, abrindo mão em duas oportunidades de ser candidato ao Senado, facilitando a coligação com outros partidos porque entendi sempre, que a verdadeira vitória deve ser a partidária”, explica.

Texto: Zahyra Mattar | Notisul

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul