segunda, 23 de setembro de 2019
Facebook Instagram Twitter Youtube
48 3053-4400

Política

Pós-facada: Bolsonaro já está no hospital para mais uma cirurgia

Atentado contra o então candidato a presidente completou um ano nesta semana

Publicado em 08/09/2019 09h21

Pós-facada: Bolsonaro já está no hospital para mais uma cirurgia

A cirurgia do presidente Jair Bolsonaro, para correção de uma hérnia incisional, é uma intervenção mais simples e deve durar até três horas. A informação é do médico André Luiz de Vasconcellos Macedo, o mesmo cirurgião que comandou as duas operações anteriores do presidente, para instalação e remoção da bolsa de colostomia que ele usou após sofrer uma facada, no dia 6 de setembro do ano passado, durante um ato de campanha eleitoral em Juiz de Fora (MG). 


"É um procedimento bem mais simples e eu calculo que deve durar entre duas ou três horas", disse Macedo. Segundo o médico, a cirurgia também fecha o ciclo de tratamento do presidente relacionado à facada. 


O Palácio do Planalto informou nesta sexta-feira (6) que Bolsonaro vai se licenciar do cargo por cinco dias e não três, como previsto inicialmente. O procedimento será realizado no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. O presidente chegou à capital paulista ainda neste sábado (7) e já passou a noite no hospital.


A partir deste domingo (8), o vice-presidente Hamilton Mourão assume oficialmente o governo. A previsão é que Bolsonaro retome o cargo ainda no hospital, enquanto estiver internado, mas somente após um período inicial de recuperação. Ao todo, ele deve permanecer na unidade por até dez dias. 


Acompanham o presidente, durante a internação em São Paulo, a primeira-dama Michelle Bolsonaro e dois de seus filhos: o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) e o vereador carioca Carlos Bolsonaro.


VOLTAR
Banner ServerDo.in
Notisul - Um Jornal de Verdade
LIGUE E ASSINE (48) 3053-4400 Rua Ricardo José Nunes, 346 - Jardins de Pádova - Santo Antônio de Pádua - CEP: 88701-571 - Tubarão/SC
Copyright © Notisul - Um Jornal de Verdade 2019.