No caminho, o presidente chamou um menino que estava na Esplanada dos Ministérios para entrar no Rolls-Royce. Antes de sair do Palácio da Alvorada, Bolsonaro disse que é uma data ímpar, mas que de nada vale se não tivermos liberdade.

No palanque de autoridades estavam o apresentador Sílvio Santos e o bispo Edir Macedo.

Pela primeira vez em 30 anos, o presidente da República saiu do palanque das autoridades e desfilou a pé pela Esplanada dos Ministérios passando por todas as arquibancadas cumprimentando a população. Ele ‘regeu’ a banda e deu ‘carona’ para uma criança no Rolls-Royce presidencial.