Os ex-governadores do Rio de Janeiro Anthony e Rosinha Garotinho foram presos na manhã desta terça-feira (3). O pedido foi feito pelo Ministério Público do Rio (MPRJ) após uma suspeita de fraude em dois programas habitacionais. 

 

A suposta fraude teria ocorrido durante a gestão de Rosinha como prefeita de Campos dos Goytacazes, no norte do estado, de 2009 a 2016. De acordo com a denúncia, a suspeita é de que houve superfaturamento em contratos entre a prefeitura do município e a construtora Odebrecht na construção de casas dos programas Morar Feliz I e II.  

 

Outras três pessoas são alvos da ação. A Operação Secretum Domus cumpre mandados de prisão e busca e apreensão nas cidades do Rio e no município de Campos de Goytacazes. Esta é a quarta vez que Anthony é preso, e a segunda vez de Rosinha.