O aumento nos casos de doenças infecciosas virais em SantaCatarina se reflete na busca por atendimentos no sistema de saúde e para enfrentar essa demanda o Governo do Estado decretou situação de emergência em todo o território desde a última sexta-feira, 3. O decreto possibilita uma agilidade nos processos de aquisição de equipamentos e contratação de pessoal para abertura de leitos de UTI e de retaguarda, além de apoio aos  municípios, promovendo uma ação imediata.

A partir da publicação do decreto, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) estabeleceu duas portarias para auxiliar os municípios na ampliação do atendimento da Atenção Básica à população. Os repasses para apoio ao enfrentamento a doenças respiratórias serão realizados de forma única e proporcional de acordo com o número de habitantes de cada município. A SES segue ainda trabalhando no alinhamento da abertura de novos leitos de UTI.

Estão previstos para os próximos dias 10 leitos de UTI adulto, 6 de UTI neonatal e mais 8 de cuidados intermediários pediátricos. Até o momento, já foi acordada a abertura de 77 leitos, que acontecerão de forma escalonada. Paralelo ao decreto de emergência, a SES passou a recomendar a partir desta segunda-feira, 6, a aplicação da segunda dose de reforço da vacina contra a Covid para maiores de 50 anos e trabalhadores de Saúde.

Os municípios foram orientados que se tiverem doses disponíveis em estoque podem iniciar a aplicação desta segunda dose, sempre respeitando o intervalo de quatro meses. As vacinas usadas podem ser a Pfizer, a AstraZeneca ou a Janssen. Já as campanhas
de vacinação contra gripe e sarampo seguem até dia 24. Pessoas com idade acima
de seis meses, que não fazem parte de nenhum grupo prioritário da campanha
contra a gripe, também poderão ser vacinadas, e a campanha contra o sarampo
continua para crianças de 6 meses a menores de 12 anos; além de trabalhadores
da Saúde.

Segurança Pública

A primeira edição do Seminário de Segurança Pública e Inovações Sociais reuniu na sexta-feira, 3, cerca de 350 integrantes das forças de segurança catarinenses, do Paraná e do Rio Grande do Sul em Chapecó. Durante todo o dia, os participantes debateram temas como defesa de áreas de fronteira, mudanças tecnológicas e políticas públicas voltadas ao setor. O evento, promovido pela Associação das Câmaras Municipais do Oeste de Santa Catarina (Acamosc) e pela Sociedade Maçônica Regional Somar Oeste, em parceria com a Assembleia Legislativa, foi organizado pela Escola do Legislativo Deputado Lício Mauro da Silveira e pela Comissão de Segurança Pública.

CREA-SC

Visando o cumprimento da Lei do Salário Mínimo Profissional em editais de Concursos Públicos no estado, o CREA-SC logrou êxito em diversas medidas liminares. Em destaque as conquistas referentes aos processos seletivos de Tubarão e Iomerê, municípios que aprovaram leis adequando a remuneração dos servidores estatutários e a CLT’s ao disposto na lei. Conforme o CREA-SC, a remuneração dignaé um fator preponderante para o incentivo, capacitação e no desenvolvimento operacional das profissões.

Peninha ao Senado

O deputado federal Rogério Peninha Mendonça lançou nota neste fim de semana onde se lança candidato ao Senado pelo MDB. “Declaro que este será um projeto alinhado às pautas conservadoras capitaneadas pelo Presidente Jair Bolsonaro: liberdade econômica, patriotismo, respeito aos valores da família e fé em Deus. Pondero, contudo, que a única condição para abrir mão deste projeto é em favor de Antídio Lunelli, caso almeje ser ele mesmo, e só ele, o candidato a Senador pelo MDB”, diz a nota.

Ponte

O governador Carlos Moisés fechou o seu roteiro de três dias pelo Grande Oeste com boas notícias para a região do Alto Uruguai. Uma solenidade no fim da tarde deste sábado, 4, marcou a inauguração da ponte sobre o Rio Caçador Também foi relançado o edital de licitação para a restauração com ampliação de capacidade da SC-283, nos 28 quilômetros entre Arvoredo e Seara, além de repasses de R$ 57,2 milhões para as prefeituras da Associação de Municípios do Alto Uruguai (Amauc).

Prova de vida

Santa Catarina sai na frente mais uma vez, e torna-se o primeiro estado do país a dispensar a Prova de Vida para que aposentados e pensionistas do serviço público estadual possam receber seu benefício. O fim do procedimento já está em vigor, livrando beneficiários – em especial pessoas com deficiência ou de idade mais avançada – dos transtornos e do desconforto de ter que se deslocar anualmente a uma unidade de atendimento para a comprovação de vida. Hoje são 12 mil pensionistas e 65 mil servidores aposentados recebendo pensões e aposentadorias do Governo do Estado de Santa Catarina.

Entre em nosso canal do Telegram e receba informações diárias, inclusive aos finais de semana. Acesse o link e fique por dentro: https://t.me/portalnotisul