O que dizer do MR-8 (Movimento Revolucionário 8 de outubro), que, em manifesto dirigido ao povo brasileiro, confessou: ter seqüestrado o embaixador dos Estados Unidos da América, assaltado bancos, explodido prédios, invadido quartéis e delegacias para conseguirem armas e munições, entre outros crimes; tudo para desestabilizar o governo na época dos presidentes militares???

Além do MR-8, VPR e Colina, existiam e atuavam no Brasil outros grupos de terroristas como a ALN (Aliança Libertadora Nacional), todos apoiados pelos comunistas. Esses grupos de terroristas atuavam tanto em guerrilhas urbanas como rurais e, com certeza, foram responsáveis pelo exagero da manutenção do período de presidentes militares.

Prestem atenção no quadro comparativo apresentado pelo O Globo, edição de 7 de maio de 1995, p. 44, e Anistia Internacional, onde está registrado que a suposta repressão política limitou-se a um confronto com um máximo de 300 mortos, se tal fato realmente ocorreu nas circunstâncias apontadas pela Senhora Marilda, ocorreu em um percentual insignificadamente reduzido em relação à dimensão do país.