Escrevo para reclamar da falta de segurança da avenida Expedicionário José Pedro Coelho. Sei que os ônibus, que antes ficavam estacionados ali, atrapalhavam o trânsito local, mas nos traziam certa segurança. Agora, com a rua deserta e mal iluminada (já que a luz dos postes é escassa), quem anda a pé está a Deus dará.
No mês passado, quando voltava da aula um pouco mais cedo, percebi que um homem (com um comportamento meio estranho) andava em minha frente olhando seguidas vezes para trás. Resolvi voltar e ligar para que fossem me buscar, já que o mesmo ficou escondido a minha espera.

Presenciei um caso parecido neste sábado. Eu e meu namorado resolvemos ir ao Angeloni a pé, pois é perto de onde moro. Na volta, encontramos duas garotas na sinaleira do mercado público que nos perguntaram onde ficava o clube Cidade Luz. Lhes demos a informação e elas seguiram à nossa frente. Foi aí que percebi que do outro lado da rua havia um rapaz de comportamento suspeito. Ele parecia estar incomodado com nossa presença (minha e do meu namorado), pois olhava para trás o tempo todo, acho que ele esperava que virássemos em alguma rua, até que desistiu e resolveu voltar.

Agora me pergunto: O que seria dessas duas meninas se não estivéssemos voltando para casa naquele momento? Sei que alguns, ao ler isso, pensarão: “Essas meninas deveriam estar em casa e não andando sozinhas por aí!”.
Mas poderia ser uma outra mulher, independente da idade que tenha, voltando das compras ou da aula sozinha.
Então, peço às autoridades que algo seja feito.