As más notícias que se reproduzem aos borbotões nos últimos dias nos impediram de avaliar na sua plenitude a nota advinda da cidade de Tubarão dando conta da morte prematura do guarda municipal Marcelo Goulart Silva, um jovem de 33 anos, mas que desde seus primeiros passos no serviço público municipal encarnou plenamente o espírito altruísta e empreendedor que vem incentivando de norte a sul de nosso país a criação das guardas municipais.

Marcelo, além de guarda, acumulava a função de presidente do Conselho Comunitário do bairro KM 63, de Tubarão, bem como liderou no âmbito da Guarda Municipal a iniciativa da doação de sangue ao Hemosc que resultou em mais uma campanha humanitária e cidadã, sempre contagiando a todos com seu otimismo e sua solidariedade.

Como servidor público, apesar de exposto pela farda e pela própria condição de guarda municipal, Marcelo não pôde contar com o mais elementar dos direitos reservados ao ser humano, o da defesa, foi fuzilado covardemente, não lhe restando outra alternativa que esperar passivamente que seu algoz desferisse o último disparo, o que lhe garantiu  a fuga impune e covarde.

Aos seus colegas de farda, frente a um ato tão vil e cruel, só resta desejar que a morte de Marcelo não tenha sido em vão.

Basta de mortes e, se porventura tiver que acontecer, que seja de quem transgride reiteradamente a lei, amparado na inimputabilidade penal e na própria legislação, branda e desatualizada, que contribui para esse incremento vertiginoso da violência urbana em nossas cidades.

A prefeitura, a câmara e a sociedade civil de Tubarão não podem deixar de apoiar rapidamente a concessão do porte federal para seus guardas municipais, bem como de imediato investir em itens de segurança, tais como os coletes balísticos que inclusive poderiam ter evitado a morte de Marcelo.

A filha pequena de Marcelo será irremediavelmente prejudicada pela ausência de um pai amoroso, bem como sua esposa, mas todos nós, que nos sensibilizamos com seu exemplo e dedicação, saberemos honrar seu nome e seu desejo de ver a Guarda Municipal de Tubarão respeitada e admirada por todos.