Fiz o que tinha que ser feito. Participei da pré-convenção do PMDB, mesmo sob protestos por duas razões:
1ª) Para deixar claro que discordo das decisões que estão sendo tomadas sem a participação do diretório.
a) Discordo da entrega do comando da secretaria regional. Perdemos o único espaço que o PMDB da região indicou para o governo do estado. No início de 2007, na presidência do partido, ajudei a impedir esta perda, porque, na verdade, “Precisamos de mais espaço“, (título do artigo que publiquei na época). A região de Araranguá, tem muitos (espaços) no governo, em Florianópolis e a de Criciúma, muito mais.

b) Discordo ainda da coligação para a prefeitura, também já negociada sem a participação do diretório. Não tivemos sequer a possibilidade de discutir a opção chapa-pura, com apoio de outros partidos. Faz pouco tempo que o PMDB ganhou as eleições municipais com coligação, mas não levou. Os principais espaços foram ocupados por pessoas que não comungavam com os ideais do partido. Então, os compromissos assumidos com o povo não foram para a prática, frustrando o militante e o eleitor.

O que está desenhado, para a próxima eleição, é bom para o conjunto dos peemedebistas e para Tubarão? Daríamos um grande impulso na cidade, se tivéssemos na mesma corrente, o governo do estado, os senadores, o deputado federal, o estadual e o prefeito municipal. Não adianta despir um santo para cobrir outro. Não poderia ser omisso e conivente com estas situações.

2ª) Tenho, como todos sabem, um projeto de futuro para Tubarão. Não é uma lista de promessas para enganar eleitores menos avisados e que logo após as eleições são esquecidas. É um projeto consistente que tem diagnóstico de todos os setores do município, metas quantitativas, métodos (caminhos) para atingir as metas e os prazos para que a população possa ajudar e cobrar. Dei mostras disto quando, em 2006, na condição de presidente da câmara de vereadores, substituí o prefeito por cinco dias úteis, imprimindo dinâmica à cidade, o que marca até hoje a mente e o coração das pessoas.

Agora esta página está virada. Estou focado na campanha de vereador, novamente. Legislatura que exerço por quatro mandatos consecutivos, honrando sempre o voto de cada eleitor. Quero, e sei que posso ajudar mais o nosso município. Preciso de oportunidades. Fiz o que tinha que ser feito. Depois, ninguém pode dizer que não sabia. Manterei as minhas lutas, fazendo sempre o que tem que ser feito para que Tubarão possa crescer e oferecer mais oportunidades a todos.