Quem nunca sentiu desconforto nos ombros, nos braços ou punhos, devido à digitação? Hoje, a maioria dos jovens passa a maior parte de seu tempo em frente ao computador e esquece deste grande vilão: o risco ergonômico.

Dos cinco grupos de risco, o ergonômico é o mais severo… Se há um ruído elevado, há a possibilidade de usar um protetor auditivo. Se há muita poeira em seu ambiente de trabalho, pode ser usado uma máscara apropriada e o problema estará resolvido. Da mesma forma com os riscos biológicos e de acidentes. Os quatro grupos de risco são mensuráveis, visíveis. Já o ergonômico, quando você percebe que o desconforto está grande demais; quando as dores musculares estão insuportáveis, necessitando de um analgésico, normalmente, já é tarde para as medidas prevencionistas – deve-se procurar um profissional da área da saúde.

Dores no pescoço, nas costas, nos braços ou ante-braços, nas mãos, sensação de cansaço e desconforto são sinônimos da ergonomia mal aplicada. FILHO (2003), diz que “a ergonomia objetiva sempre a melhor adequação ou adaptação possível do objeto… nas atividades e tarefas humanas”.
Profissionais da área da segurança do trabalho e prevenção de acidentes travam diariamente uma luta incansável, no que se refere a repassar informações corretas quanto à digitação, em geral, nos postos de trabalho.
• A distância ideal entre você e o monitor deve equivaler a um braço estendido (45 a 75 centímetros);

• Sentado, mantenha os cotovelos na altura do teclado. Se estiver na altura correta, ótimo! Se não estiver, ajuste-o; a altura do teclado ou cadeira. Observe o seu braço, formando um ângulo de 90° graus;
• A tela deve estar na altura dos olhos, para não forçar o pescoço. Antigamente, colocava-se o monitor em cima da CPU (eram horizontais). Hoje, a maioria das CPUs é vertical e o pessoal coloca o monitor em cima da mesa. Deve-se colocar algo embaixo do monitor, como uma pequena caixa, resmas de papel ou um suporte apropriado. É interessante também regulá-lo; para diminuir o reflexo da luz;
• Os pés devem ficar livres na área de trabalho, apoiados no chão ou em suporte apropriado. Pulsos, mãos e coxas devem ficar paralelos ao chão;
• O mouse deve ficar o mais próximo de você e manuseado sempre com a mão mais reta possível.
Adotando estes princípios, a sua saúde agradecerá!