Um dos ativos mais importantes de uma empresa com certeza é a carteira de contas a receber. Para mantê-la consistente, com dados confiáveis e “saudável” é preciso efetuar procedimentos simples, mas de grande valia.

Um dos males que assombram as empresas atualmente é o índice de inadimplência, a qual está diretamente ligada ao contas a receber. A inadimplência nada mais é que não honrar um compromisso financeiro na data acordada. 
 Como forma de minimizar ou mesmo levar o índice de inadimplência a zero, é preciso adotar práticas de gestão que otimizem os processos desde a pré-venda até o recebimento. São elas:

Registro das contas a receber:  É imprescindível que a empresa registre as contas a receber vinculadas às vendas a prazo, provisionando os recebimentos para as datas acordadas com todas as informações relacionadas à venda. 

Baixa dos recebimentos: Não adianta registrar as contas a receber e não realizar a baixa dos recebimentos. Nas vendas à vista, a baixa do título acontece no instante em que se procede a venda. Já nas vendas a prazo, essa baixa acontece à medida que as parcelas são liquidadas. Ao negligenciar esse procedimento simples, a empresa corre o risco de cobrar indevidamente clientes que já pagaram ou mesmo considerar como pago títulos em aberto. 

Conciliação bancária: A conciliação bancária permite a verificação dos recebimentos e a baixa de cada título recebido. Somente conciliando as movimentações é possível manter o controle do saldo de conta e fluxo de caixa.

Identificação dos inadimplentes: Diante do cumprimento dos pontos acima descritos, basta acompanhar diariamente os controles financeiros da empresa para verificar quais os clientes não realizaram o pagamento, que pode ser visualizado por meio de um relatório, tela do sistema de gestão ou ainda por planilhas. Depois de identificar com agilidade os inadimplentes, é só prosseguir com a cobrança de acordo com a política da empresa.

Pior que não vender, é vender e não receber! Portanto, controlar os recebíveis da empresa com rigor é uma forma de manter o fluxo de caixa com saldo positivo!