Um trauma psicológico é um dano psicológico causado por uma ou várias experiências ruins, por dor e sofrimento emocional e/ou físico. Esse trauma pode gerar mudanças físicas, psicológicas e emocionais como medos, fobias, pânico, tristeza, estresse, afetando o comportamento e pensamentos da pessoa. Muitas vezes gerando quadros de depressão, compulsões, obsessões e outros transtornos.
 
Traumas psicológicos podem ser causados por perda de entes queridos, abuso sexual, ameaças e/ou violência física e psicológica, humilhação, fome, desilusões, traição, doenças, acidentes, assalto, eventos catastróficos como um tornado, enchente e etc. Dependendo da intensidade, da frequência, da idade e da própria pessoa, podem ficar ativos durante anos e até a vida inteira se não forem tratados. Podem ocorrer na infância, adolescência e na fase adulta, sendo os mais comuns e prejudiciais na infância, já que a criança tem menos recursos para se defender e lidar com a situação.
 
Através da hipnose, é possível acessar mais facilmente esses traumas. Hipnose é um estado especial de consciência que possibilita a lembrança de memórias passadas há muito tempo esquecidas. Mas qual a vantagem de se buscar lembranças traumáticas? Não é melhor esquecer, deixar apagadas essas memórias?
 
A maioria das pessoas acredita que, pelo fato dessas lembranças estarem esquecidas ou não se pensar mais nelas, não vão mais influenciar negativamente. E este é um grande erro! Mesmo que os traumas estejam esquecidos, apagados da memória, eles continuam influenciando negativamente a pessoa.
 
Um dos grandes estudiosos da mente humana e da história da psicologia, o criador e fundador da psicanálise Sigmund Freud, em seus estudos, mostrou justamente que nossos traumas, mesmo que esquecidos (inconscientes), continuam a influenciar negativamente as pessoas com pensamentos, sentimentos, comportamentos e reações negativas. E, como a pessoa não tem consciência disso, não sabe o que está acontecendo, como, por exemplo, não sabe por que está deprimida, porque não consegue encontrar uma pessoa legal para casar, porque não consegue sucesso profissional, porque tem baixa autoestima, porque não consegue ter orgasmo e etc. 
 
Numa regressão de memória, são acessadas essas informações esquecidas, experiências ruins, crenças e decisões passadas. Uma vez acessadas essas experiências, o primeiro passo é tirar as emoções negativas como medos, raivas, tristezas, ressentimentos, mágoas e etc. Após essa limpeza emocional, a experiência pode ser resignificada, ou seja, mudada com outras percepções, decisões, crenças e formas de pensar mais satisfatórias e saudáveis para a pessoa. E, à medida que esses conteúdos vão sendo trabalhados, a pessoa vai adquirindo sua autonomia para decidir, agir, pensar e se comportar de forma diferente, mais proveitosa, saudável e feliz. 
 
O objetivo não é fazer a pessoa sofrer novamente o trauma, mas sim tirar o sofrimento da experiência. Hoje dispomos de técnicas de hipnose e programação neurolinguística, onde não só é possível reviver uma experiência negativa sem sofrer, como são retiradas todas as sensações ruins do trauma, extraindo de forma definitiva. E, quando isso acontece, a pessoa está pronta para agir de forma diferente e não mais de acordo com seus traumas. Mas é importante lembrar que a regressão de memória é apenas uma das técnicas da hipnose e cabe ao profissional decidir qual a melhor técnica a ser utilizada para cada pessoa.