Hoje, 4 de outubro, é o Dia Mundial dos Animais. A data foi escolhida para homenagear São Francisco de Assis, padroeiro dos animais, que morreu nesta data no ano de 1226. Este dia foi criado para nos lembrar de refletir sobre a importância dos animais e de suas funções ecológicas nos ecossistemas.
 
Porém, você já parou para pensar no papel dos animais no planeta? A fauna nos fornece serviços essenciais para promover o equilíbrio ambiental dos habitats. Dentre os benefícios, pode-se citar: as abelhas, os besouros e outros insetos que promovem a polinização e reprodução dos frutos vegetais; as aves geram a dispersão das sementes, manutenção das florestas e produção de alimentos; as minhocas e formigas exercem a aeração e fertilização do solo; os anfíbios são bioindicadores da qualidade do ambiente, podendo indicar contaminação ou desequilíbrio do ecossistema; as serpentes, por meio da sua peçonha, a ciência é capaz de produzir remédios para trombose, derrame e câncer; dentre outros.
 
No entanto, o desmatamento das florestas, a poluição dos habitats, a caça predatória, o comércio ilegal de animais silvestres, a introdução de espécies exóticas e as mudanças climáticas são as maiores ameaças à biodiversidade do planeta.
 
Diante deste quadro de perdas e extinções das espécies, é evidente que devemos reconhecer sua importância nos ecossistemas e, a partir daí, proteger os animais.
E como podemos protegê-los? Nas cidades, pode-se cuidar e proteger os animais de estimação, com alimentação, abrigo, cuidados veterinários, não os deixando se reproduzirem caso não tiverem condições de cuidar dos filhotes. Os animais silvestres nas cidades também devem receber atenção. A exemplo disto, pode-se citar a capivara – mamífero de médio porte que e adaptou à poluição do rio Tubarão e a degradação da mata ciliar. Os outros animais não-domesticados, tais como: pardais, lagartixas, corujas, sapos, morcegos, e tantos outros igualmente devem ser respeitados devido à sua importância para o equilíbrio natural. Nas florestas, não se deve retirar os animais de seu habitat natural, ajudando a preservar os ecossistemas, a limpeza das águas dos rios; combatendo a poluição e os desmatamentos. 
 
Dessa forma, vamos aproveitar esta data para refletir sobre os cuidados que devemos dar aos animais, entendendo que os bichinhos, assim como os homens, têm o direito à vida, e cabe a nós respeitá-los e protegê-los.