É impossível traduzir em palavras o tamanho da minha gratidão para com o povo de Santa Catarina. Afinal, este é o décimo segundo mandato eletivo que me é concedido pelos catarinenses. De forma consecutiva, desde 1973, fizeram-me deputado estadual, uma vez; deputado federal, cinco vezes; prefeito, três vezes; governador, duas vezes; e, agora, senador da república.

Ao todo, foram 13 eleições. Em apenas uma – para prefeito em 1992 – não obtive a maioria dos votos. Por pequena margem, e contra um gigante, uma lenda viva de Joinville, o saudoso Wittich Freitag.
Por isso, volto a este espaço para agradecer, de coração, por mais essa maiúscula demonstração de confiança.
Por onde andei, por toda Santa Catarina, senti uma incrível afinidade de propósitos, uma fantástica aliança de todos por Santa Catarina. Mais do que isso, foi emocionante sentir o carinho, a emoção e a ternura demonstrada por centenas, milhares de pessoas.

Esta eleição foi uma das mais gratificantes de que já participei. Primeiro, pela união verdadeira entre todos os companheiros, a começar pelo nosso governador eleito Raimundo Colombo e pelo senador eleito Paulo Bauer, secundados pelas dezenas de valorosos candidatos a deputado estadual e federal. Segundo, porque, ao nos dar a vitória já no primeiro turno, o povo mostrou, inequivocamente, ter aprovado nosso governo e apostado na proposta de continuidade com avanços. Nada pode ser mais recompensador do que comprovar que todo o esforço empreendido nos últimos oito anos foi compreendido e aprovado pelos nossos conterrâneos.

Tendo em vista a aliança que logramos construir, contra todos os obstáculos que a ela se interpuseram, a vitória não poderia ter sido mais completa. Ao perfazermos 1.988.611 votos, conseguimos eleger dez dos 16 deputados federais, começando pelo fita azul Mauro Mariani, com os seus robustos 186.733 votos. Ao somarmos 1.905.813 votos, logramos eleger 24 dos 40 deputados estaduais, encabeçados pelo fita azul Gelson Merisio, com seus maiúsculos 65.551 votos.
Pensando bem, e bem feitas as contas, deveria estar agradecendo 9.082.150 vezes, pois este foi o total de votos confiados aos candidatos da nossa aliança.
As urnas, como sempre, deixaram muitas lições.

O eleitor, com seu voto, revelou extrema maturidade e aguda politização. Outro recado eloquente foi a opção por propostas viáveis, concretas, factíveis.
O eleitor optou claramente pelo caminho da seriedade e da operosidade. Ao invés de aceitar apelos que o levariam a se eximir ou reduzir sua participação, preferiu manter sua cota de cidadania, entendendo-a essencial para o desenvolvimento do estado.

O povo entendeu o grau das transformações que operamos e chancelou a mudança de perfil, com o incentivo ao desenvolvimento harmônico de todo o estado.
Quero agradecer todos os votos que recebemos.
Tenho convicção de que a melhor forma de retribuir esses 1.784.019 gestos de confiança será multiplicar nossos esforços para saldar, rigorosamente, todos os compromissos assumidos.
Como das outras vezes, não vamos decepcionar nossa gente!