Já pensou no estudo de período integral? Aquele que você frequenta dois turnos? Tem uma escola municipal de Tubarão que já investiu nesta ideia, a Faustina da Luz Patricio. Os alunos do 1º e 2º ano do ensino fundamental e da educação infantil entram às 7h45min e saem às 17h30min.  

Não é coisa chata, não. De manhã, os aluninhos frequentam as disciplinas regulares e, à tarde, participam de oficinas de dança, coral, pintura em tecido, informática, judô, desenho. Já no infantil, as crianças têm um professor para o turno da tarde e outro de manhã.

A ideia é afastar os menores da rua. “Antes, quando terminavam as aulas, os pequenos retornavam para brincar nas quadras. Resolvemos oficializar isso”, explica a diretora Christiane Martins Matias. E, como muitos pais trabalham, o ensino de dois turnos foi uma mão na roda.

Até a aprendizagem melhorou na sala de aula. “Nós vimos que os alunos pegam muito melhor o conteúdo dado na sala de aula”, conta a professora Rosita Gomes Viana.

A ideia, que começou a ser implantada no ano passado, deverá ser gradualmente expandida até o 5º ano. Hoje, 60 alunos são beneficiados com as atividades.

As aulas extracurriculares podem proporcionar muito…
As chamadas atividades extra-curriculares, realizadas depois do período da aula, ajudam não apenas a fazer novos amigos e conhecer outros estudantes. Algumas, como teatro, dança e artes marciais, auxiliam no desenvolvimento da coordenação motora e expressão corporal. Contribui para ter controle sobre as habilidades e os limites.

As atividades oferecidas…
Muitas escolas oferecem atividades extra-curriculares como aulas de dança, música, teatro, artes marciais. Você só precisa saber o que se encaixa no seu perfil. Quem tem a possibilidade de aprender novos idiomas deve ir em frente! É um diferencial no currículo.

Veja algumas atividades que você pode dedicar-se no tempo livre:
• Estudar novos idiomas;
• Entrar em uma escolinha de futebol, karatê, judô, outros esportes;
• Estudar dança;
• Estudar algum instrumento musical ou música;
• Entrar em oficinas de arte, coral ou teatro;
• Aprender desenho, pintura;
• Aprender informática.

Passei no Vestiba!
Ingressar em uma universidade não é uma tarefa fácil. Requer atenção, disciplina e muito esforço. Uma galerinha no Colégio Dehon, em Tubarão, foi muito bem na fita e provou que toda esta dedicação vale a pena. No vestibular passado, foram 66 aprovados no sistema Acafe, dois alunos na Unibave, três na Udesc e um na Satc. Isso que nem colocamos na conta os 12 alunos que passaram na Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc), um na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), um na Uniritter (RS) e outro na UCS (RS).

Para ajudar esta e outras turmas, o colégio desenvolve desde a 7ª série várias ações pedagógicas que estimulam e ajudam os estudantes a lidar com a pressão e as expectativas do vestibular.

Uma coisa é certa: não adianta deixar tudo para a última hora. Não é só estudar no Terceirão. A aprendizagem deve ocorrer desde o primeiro dia que se entra na escola.
Então a dica é a seguinte: para você que ainda não está no Terceirão, comece a estudar desde já. Lembre-se que a escola não forma só para o vestibular, mas todos os conteúdos são cobrados na prova. Já quem já está no último ano e não estudou nada não deve perder tempo!