Interagir com outras escolas é uma boa maneira de compartilhar experiências. Na próxima terça-feira, bem na véspera do Dia das Crianças, cinco instituições de ensino de Tubarão participarão de um encontro. Elas estão inscritas no programa Escola Ativa, do governo federal.

Participam do programa a Leopoldo Marquides Corrêa, na Linha Mesquita, a Maria da Silva Corrêa, no Caruru, a Padre Paulo Herdt, no KM 63, a Santa Terezinha, no Cruzeiro, e Sombrio.

O encontro, repleto de brincadeiras, será na Leopoldo Marquides Corrêa. O objetivo do “Escola Ativa” é melhorar a qualidade do desempenho escolar em classes multisseriadas (onde alunos de diferentes séries estudam na mesma sala) da zona rural. As principais estratégias são implantar nas escolas recursos pedagógicos que estimulem a construção do conhecimento do aluno e capacitar professores.

Teatro

Você conhece a história da Chapeuzinho Vermelho? Tem certeza? Neste domingo, às 19 horas, professores do Colégio Dehon darão uma nova roupagem à história, em uma peça de teatro, encenada no Espaço Integrado de Artes, em Tubarão. O custo da entrada é um pacote de fraldas descartáveis, que será doada para a Associação de Voluntárias da Pediatria do Hospital Nossa Senhora da Conceição (Avope). Mais informações pelo telefone 3621-3007.

Dia das Crianças

Dia de brincar, pular, dançar e comemorar! Na próxima quarta-feira, será o Dia das Crianças. Muitas escolas preparam uma programação especial para comemorar. Na escola Padre Paulo Herdt, no KM 63, em Tubarão, cronograma de brincadeiras e jogos foi preparado para este sábado.

A instituição da data no Brasil ocorreu em 1920, por meio de uma sugestão do deputado federal Galdino do Valle Filho. O então presidente do Brasil, Arthur Bernardes, aprovou a criação deste dia tão especial. Mas, como isso ocorreu em novembro, somente no ano seguinte passou a ser oficial.
As comemorações mesmo só começaram na década de 60. A fábrica de brinquedos Estrela fez uma promoção junto com a empresa Johnson & Johnson para lançar a “Semana do Bebê Robusto”.

Motivos para aprender geografia

• As aulas de geografia abordam cada vez mais a realidade dos próprios alunos: os centros urbanos, o cultivo de arroz ou de café, um tipo de relevo transformado pela ocupação humana, de onde e como vem a água que abastece a casa, etc.
• Com as aulas, é possível refletir sobre os impactos negativos e positivos que o homem causa no meio ambiente.
• A geografia possibilita que os estudantes tenham contato com a realidade de regiões diferentes no próprio país e no resto do mundo.
• Com as aulas, pode-se compreender como ocorrem fenômenos como tsunamis, terremotos, maremotos, dentre outros.
• Você também passa a compreender os motivos de alguns conflitos que ocorrem no mundo.