H oje, 21 de setembro, é comemorado o Dia da Árvore! A data foi escolhida pela chegada da primavera, que será na sexta-feira. A Fundação Municipal de Meio Ambiente e o Sesc de Tubarão realizam um evento especial ao lado da Casa da Cidade, com distribuição de mudas de espécies nativas, oficina de papel reciclado (demonstração) e de bonsai. A programação ocorre das 9 horas às 11h30min e das 14 às 16 horas.
O evento será aberto para a participação de escolas. O Dia da Árvore foi instituído em 1965, pelo presidente Castelo Branco.

Quem sabe agora não é o momento para plantar uma árvore? Como todos sabem, as árvores dão sombra e alimento, limpam o ar e evitam a erosão do solo. E também fornecem importantes ingredientes para a fabricação de medicamentos; a madeira para construção de móveis, casas, objetos decorativos, cercas; matéria-prima para a fabricação de papel.

A destruição das florestas é uma das maiores causas das extinção das espécies vegetais e animais. A boa notícia é que todos podem colaborar para reduzir o desmatamento. Atitudes simples como não desperdiçar papel e fazer reciclagem, não comprar madeiras que estejam em risco de extinção e não deixar que nenhuma árvore seja derrubada sem a autorização da prefeitura.

Palestra ambiental
A preservação do meio ambiente é importante. E os alunos da Escola Presidente Juscelino Kubitscheck, no bairro São Cristóvão, assistiram a palestra Conservação Ambiental na última segunda-feira, ministrada pela técnica Paula Wronski Aguiar, da Fundação Municipal de Meio Ambiente de Tubarão.

O objetivo da palestra foi a sensibilização ambiental dos alunos. E conscientizar a todos da importância de se adotar práticas sustentáveis, ou seja, estilos de vida que não degradem o meio ambiente, assim como as formas de proteger os recursos naturais (fauna, flora, ecossistemas, etc.).
A palestra faz parte do Programa Municipal de Educação Ambiental, que atende escolas municipais, empresas de médio e grande porte e comunidades.

Professores concluem atualização

Não são apenas os adolescentes e as crianças que estudam. Professores também retornam volta e meia para a sala de aula para se atualizar. Educadores, pais, alunos e assessores de algumas escolas municipais participaram, no último dia 14, do 1º Seminário de Alfabetização e Linguagem do curso Pró-Letramento da Rede Municipal de Ensino.
Este seminário, ministrado pela tutora Valquíria Corrêa Búrigo, encerrou curso Pró-Letramento, que é um programa do Ministério da Educação (MEC), voltado para os professores regentes do 1º ao 5ºano do ensino fundamental.
A capacitação iniciou em fevereiro, com aulas para alfabetização e linguagem. Uma nova turma inicia no próximo ano, na modalidade matemática, tendo como tutora a professora Cleonicélia Guarezi da Silva.